Entrevistas

Entrevista com Marcos Zambiasi, analista de desempenho do Tigre

30/06/2015

Uma novidade do Criciúma Esporte Clube é o seu setor de análise de desempenho, usado por grandes times do mundo todo como a "carta na manga" na hora de encarar um campeonato. Visitamos o novo centro de treinamento do Tigre e entrevistamos um dos dois analistas contratados, Marcos Zambiasi.

Marcos, de forma resumida do que se trata seu trabalho (Análise de desempenho)?

- A ideia da análise de desempenho é ser parte da comissão técnica, auxiliando o treinador nas melhores escolhas para escalações e estratégias de jogo como marcação, tudo baseado em analises dos trabalhos feitos em treinos e jogos passados.

E como funcionam estas análises?

- Primeiramente realizamos a captura em vídeo de treinos e jogos a serem acompanhados e  analisados. Se preciso for nós fazemos esse serviço a paisana, quando os dados colhidos forem de um adversário.  Posteriormente dividimos os jogos em cortes para identificar os padrões do jogo da equipe (tática, vantagens e aberturas), criando uma análise qualitativa completa. Após esta segunda etapa realizamos uma nova análise, a quantitativa, que nada mais é que o comportamento individual dos atletas, como número de passes certos, cruzamentos, finalizações e desarmes...

Resultados já são observados no atual elenco?

- É impreciso medir isto, é preciso lembrar que para cada trabalho (treinador) que começamos  existe uma forma de compreensão diferente e solicitações de dados específicos de cada comissão técnica, sendo que esta dotada das informações passadas é quem toma as iniciativas, por isto é incerto dizer que nossos resultados por si só espelhem o que fisicamente se obteve. O último treinador (Moacir Júnior), trabalho de forma educativa com nosso setor, por observar que este tipo de departamento é algo completamente novo aos treinadores do pais. A parte mais importante é a incorporação deste aliado da comissão esta sendo feita aos poucos porem com sucesso, até mesmo no trabalho realizado nas categorias de base do C.E.C.

Comparando o Criciúma E.C. com outros trabalhos proporcional das demais equipes de futebol do pais ou mesmo internacionais, como ficamos?

Posso te afirmar que nosso time, com toda certeza, possuí um trabalho coerente com os padrões exigidos na área. Nossos recursos são competitivos e muito bem equiparados em relação as demais equipes, dessa série "B", por exemplo. Nossa estrutura é uma das melhores para a boa realização dos trabalhos, acredito que nesta questão o C.E.C. vai muito bem obrigado!

Quanto a prospecção de novos talentos nas próprias categorias de base, cabe a vocês a decisão de investimento?

- Realizamos sim, entre outras tarefas, a análise e prospecção de novos talentos da base. Porem esse exercício é feito em equipe, os coordenadores e treinadores dos mais novos nos alimentam com informações, embora somente com uma análise dos vídeos dos jogos possamos identificar as boas apostas para futuro!