Novidades

Argel rasga elogios ao Criciúma em derrota: "Controlamos, colocamos na roda"

08/03/2018

Treinador do Tigre diz que sai satisfeito com atuação da equipe e lamenta gol na sorte da Chapecoense


O técnico Argel deixou a Arena Condá satisfeito com a atuação do Criciúma, mesmo com a derrota para a Chapecoense por 1 a 0, nesta quarta-feira. Para o comandante, o time soube se portar fora de casa, controlou a partida e acabou não tendo sorte no gol contra marcado por Sueliton, após cobrança de escanteio.

- Levamos azar no gol em escanteio. A bola desviou no Sueliton e eles não criaram mais nada. Quem propôs o jogo, não deu chutão, organizou, rodou o jogo, foi o Criciúma. Não tivemos um poder de conclusão grande, mas controlamos a partida, em vários momentos o adversário ficou na roda. O resultado mais justo seria o empate. Tivemos o lance no final, mas mérito do goleiro deles que salvou o time. Na jogada seguinte eles acabaram chegando pela primeira vez. Sai daqui fortalecido, não pelo resultado. Quando joga bem, está mais perto de ganhar - disse Argel.

Foto: Sirli Freitas/Chapecoense

Com a derrota, o Criciúma segue em 7º lugar, a apenas dois pontos da zona de rebaixamento. Para o comandante, o time vai seguir evoluindo se mantiver o nível da atuação.

- Sai triste com o resultado, mas gostei da exibição. Uma cara de time, não viemos só se defender. O gol foi muito mais sorte do que mérito. Se jogar 10 partidas assim, vamos ganhar nove e perder uma, que foi essa. O gol foi uma cagada, desculpa a palavra. O Luiz não fez uma deresa. O goleiro deles foi o nome do jogo. Não sofremos pressão em momento algum.
Na próxima rodada, o Criciúma recebe o Tubarão, domingo, no Heriberto Hülse, às 20h, pela 13ª rodada do Catarinense.

Foto: Sirli Freitas/Chapecoense


O Caio entrou na partida, é jovem. Trocamos ele no intervalo, jogador formado no Fluminense. Mailson torceu o tornozelo, é dúvida, está inchado. Gostei do Caio. Foi pela direita e o João pela esquerda para segurar o Apodi. Conseguimos controlar o adversário, conseguimos rodar, sem dar chutão. Gosto de ver meus times assim, com três atacantes, dois meias. Jogo ficou de muito combate no meio campo. Dodi foi bem, Barreto, Elvis. Caio é uma opção.
Atuação de ElvisO adversário tem qualidade. O time deles com três volantes. É difícil, mesmo assim ele apareceu para o jogo. Acho que o Elvis deu duas assistências, um gol contra o Concórdia. Hoje não rendeu tudo aquillo, mas é um calibre diferente, um time de Série. Temos um time de garotos e o adversário ficou na roda. Fizemos uma boa exibição. De um modo geral o coletivo foi bem.
EvoluçãoTemos uma proposta e um padrão de jogo, que é o 4-2-3-1. Se olhar a evolução é outro time. E não temos nem 10 dias de trabalho. É muito difícil jogar aqui, eles têm uma forte bola aérea, neutralizamos. O Luis não sujou as luvas hoje.



Fonte: Globo Esporte / Creditos: