Novidades

Com multa, Tigre blinda Gustavo do radar do Corinthians: "Ideia é manter"

29/07/2016

O bom momento de Gustavo com a camisa preta, branca e amarela tem chamado a atenção. O atacante de 22 anos é o mais assediado do elenco do Criciúma, e a diretoria tenta mantê-lo a todo custo no plantel. Na última semana, o Corinthians surgiu como um dos possíveis clubes interessados no jogador. E sobre a chance de saída do artilheiro da Série B do Brasileiro, com 11 gols anotados, Roberto Cavalo revelou estar seguro daquilo que a diretoria irá fazer em caso de propostas. Ele reforçou o discurso do presidente Jaime Dal Farra de que Gustavo só será liberado mediante o pagamento da multa de R$ 12 milhões. 

A fase artilheira do camisa 9 é uma das esperanças de acesso à Série A do Campeonato Brasileiro no fim do ano - ele já marcou 18 tentos na temporada e é o atual goleador da Série B. Com a saída de Alexandre Pato para o Villarreal, da Espanha, e a janela internacional fechada, o Corinthians olha com carinho para alguns nomes em destaque na Série B. E, entre eles, está o nome de Gustavo. Os valores estabelecidos pela diretoria do Tigre, porém, são considerados altos para uma compra, e o empréstimo para qualquer equipe é descartado pelos catarinenses. 

O técnico Roberto Cavalo não quer perder o seu principal nome do setor ofensivo e confia na permanência do atacante para ajudar o time a chegar na Série A. Mas, por outro lado, o comandante vê muito mérito do jogador em uma possível despedida do Heriberto Hülse.

- Sobre o Gustavo...um jogador quando está em um bom momento, você não tem como segurar. Estou tranquilo e seguro, o Jaime Dal Farra disse que só vai sair se pagar a multa. A ideia é manter o Gustavo até o fim do ano para subir para a Série A do Brasileiro. Bom para o Gustavo, se isso acontecer, ele sair, isso é bom, pois ele estava desacreditado, faz por merecer esse assédio.

Em entrevista coletiva no início do mês de julho, Jaime Dal Farra, mandatário do Criciúma, confirmou duas sondagens do exterior e mais quatro times que disputam a Série A e deixou claro que a multa para a saída do atacante antes do fim do contrato, válido até 2019, é alta.

Em 2016, Gustavo Henrique da Silva Souza passou de peça desacreditada e quase "fora do leque de Cavalo" - esteve próximo de ser emprestado a uma equipe gaúcha - a homem de confiança no setor ofensivo. Após o afastamento do atacante Bruno Lopes, entrou na equipe não saiu mais. 

Fonte: GloboEsporte.com / Foto: Fernando Ribeiro / Criciúma E.C. / Creditos: